Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Devem gostar de gozar com a minha cara!!!

Não encontro outra explicação, devo ter mesmo cara de quem gosta de ser gozada ou então cara de quem não tem sentimentos!

Vou a passar com a minha mãe num local público e encontramos uma pessoa conhecida. Como toda a gente se preocupa imenso comigo, fez questão de perguntar se eu já tinha arranjado trabalho, com a minha vontade de a mandar para o caralho, simpaticamente lhe respondi que não. Sabem o que é que eu obtive de resposta? Algo como: "pois, compreendo-te, a minha filha também está em casa há uns meses enquanto a empresa resolve um problema e só está a receber 1500 euros por mês, menos de metade do ordenado dela"!!!!!!

Nem pensei, só lhe disse "Então e está a queixar-se? Estou há ano e meio em casa sem receber um cêntimo"!!! E vim-me embora!!!

 

As pessoa devem mesmo gostar de ver os outros na merda!

Hoje em dia só engravida quem quer!!!!

Digam isso muitas vezes digam, depois vejam lá é se não acontece a vocês.

Tanta e tanta gente que eu oiço dizer isto e dá-me vontade de lhes dar um par de estalos!

Não, que eu saiba não estou grávida. Mas ultimamente tenho tido notícias de muita gente ou que está grávida ou que foi mãe/pai recentemente.

A naskmorada de um amigo meu estava a tomar a pílula, estava a fazer a vidinha normal dela, nunca teve sintomas de nada até ele começar a notar que ela andava a comer mais que o normal e continuava com a menstruação. Desconfiaram simplesmente devido à alimentação dela e foram fazer o teste. Postivo. Já estava de nove semanas. 

Muitos, incluindo eu, pensávamos que ela tinha feito de propósito, mas depois de analisar melhor a situação, de pensar na vida que ela tinha,como por exemplo se matar a trabalhar para conseguir juntar dinheiro para pagar o apartamento e as propinas da universidade em que tinha acabado de entrar, acreditei mesmo.

A semana passada soube de um amigo que foi pai. A namorada andou a tomar a pílula durante toda a gravidez, fez uma vida completamete normal, não teve sintomas nenhunss, não teve desejos, não sentiu mexer. Ninguém notou diferenças no corpo dela. A semana passada sentiu-se mal, começou hemorragias e cólicas enormes, foi de imediato para o hospital. Assim que a examinaram mandaram-na de urgência para outro hospital com materinida e de imeadiato lhe fizeram uma cesariana. Nasceu prematura. Tanto a mãe como a criança estavam em risco de vida. Tivessem demorado mais tempo e não sobreviveriam as duas! Ela soube que ia ser mãe a caminho da maternidade, ele soube apenas quando a criança nasceu. Não tiveram tempo sequer para se adaptar à ideia. Tanto um como outro entraram em pânico na altura.

Eu sei que é estranho, que não parece história de dias de hoje, mas é verdade.

 

Filmes que tenho visto #18

- Divergent -

 

ou em português Divergente, um filme de accção, ficção científica e suspense do realizador Neil Burger e baseado no livro de Veronica Roth.

Sinopse:

Cem anos após uma devastadora guerra ter destruído grande parte do território e da população global, um novo sistema democrático foi criado pelos remanescentes da guerra, foi uma ideia inovadora que trouxe ordem, paz e prosperidade aos habitantes de uma futurista Chicago. A sociedade inteira foi dividida em cinco grupos de pessoas, denominados de: Facções. Foram criadas cinco facções, e todas trabalham na manutenção da cidade, desempenhando funções em diferentes setores. Cada facção tem um determinado nome e cultivam virtudes específicas. Não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível na sociedade, é viver abandonado em extrema pobreza sem ter acesso a quaisquer direitos.

Beatrice Prior nasceu e cresceu na Abnegação, mas o Teste de Aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, que determina a que facção querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma Divergente - tendo aptidão para mais de uma facção. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é, ao mesmo tempo que esconde de todos o fato de ser uma Divergente, pois isso a torna uma ameaça em potencial ao sistema estabelecido, e pode significar sua morte. Beatrice faz uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre a sua vida, o seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

 

 

O que eu achei do filme?

Adorei e mal posso esperar para ver o próximo que já está no cinema e se chama Insurgente!

Para quem gosta deste tipo de filmes, acho que vai adorar.

E o problema que é comprar uns óculos de sol?

Tenho miopia desde os oito ou nove anos, sempre fui uma miúda com os olhos sensíveis e habituei-me desde muito novinha a andar de óculos de sol.

Assim que comecei a usar lentes de contacto, a médica avisou-me logo para sempre que possível andar de óculos de sol, de preferência com lentes boas, e não daqueles que se vendem na feira.

Logo aí surgiu um problema, sou pequena, tenho a cara pequena, e é díficil encontrar uns óculos que me fiquem bem e não me saltem da cara para fora. Tenho uns Ray Ban já com uns 7/8 anos em cima que coitadinhos para além de já não gostar muito de me ver com eles, têm umas lentes que de tão riscadas que estão já nem consigo ver nada. Então cá tenho andado eu provavelmente há uns dois anos sem óculos de sol, e acreditem, só eu sei o quanto me custa abrir os olhos em certos dias.

Mas retomando ao meu problema na compra dos óculos. Não vale a pena meter na cabeça que é dia de ir comprar uns óculos de sol, porque já sei que quanto mais procuro menos encontro, que me fica tudo grande. Tenho de ir passando, entrendo e vendo se lá estão alguns que me fiquem bem.

Entretanto já consegui descobrir as marcas de óculos de sol em que os óculos me ficam garantidamente bem na cara, e não fico a parecer um criança de 10 anos com óculos da mãe colocado. E quais são elas?  Marc Jacobs, que por acaso tem óculos lindos de morrer  e Tommy Hilfiger.

O ano passado ou há dois anos, ao acompanhar a minha mãe à óptica apaixonei-me por uns Marc Jacobs que me ficavam mesmo, mesmo bem. Tinham mesmo de vir comigo, mas acabaram por lá ficar devido à minha carteira estar demasiado leve. Ou eram estes, ou qualquer coisa muito parecida, sei que as cores e as hastes eram estas.

Até hoje estou arrependida em não ter trazido a porcaria dos óculos, tendo em conta a dificuldade que é para encontrar os ideiais.

Entretanto, na terça deu-me uma pancada qualquer e entrei novamente na óptica. Lá estava toda uma secção de Marc Jacobs linda de morrer e só assim por acaso estavam-me quase todos muito bem. E lá estava um modelo das risquinhas nas hastes mas completamente direito em cima, e pretos. Ficavam-me muito bem, mas não gosto assin tanto de me ver de óculos pretos.

Escusado será dizer que voltei a experiementar uns quantos e lá estavam uns Tommy que não dava muito por eles por serem redondos, mas acabei por experimentar. E não é que os óculos me acentavam que nem uma luva? Era mesmo, mesmo aquilo que eu precisava.  Mas pronto, lá ficaram. Lá pedi a moça para escrever qual o modelo na minha ficha, tendo em conta que faço anos dia 2, tenho esperança de os conseguir lá ir buscar.

Sim, porque eu não posso deixar fugir outra vez os óculos que ficam mesmo bem e só voltar a encontrar outros daqui a 3 ou 4 anos.

Dia Mundial do Chocolate!!!

Então hoje é o Dia Mundial Do Chocolate e eu só me apercebi agora?

Como é que é possível me ter passado ao lado tal coisa? Como é que é possível não ter sido brincada com uma data de encomendas e brindes de todas as fábricas de chocolates e mais algumas? Isso seria fantástico. Quer dizer, pensando um bocadinho melhor na quantidade de calorias que teria de ser obrigada (ahah) a ingerir, ainda bem que não sou prendada por marcas.

E pronto, começo para aqui a falar em chocolate e começo a babar-me. É incrível, eu chego mesmo a pensar que é doença, pareço uma criancinha!  E esta altura do ano então só me faz é mal. Uma pessoa que sofre por chocolate como eu sofro, não pode entrar num supermercado. Entramos e é ver ovos de chocolate, coelhos, galinhas e amêndoas em tudo o que é sítio. Seja na secção da fruta, do peixe, onde quer quer seja, mas há sempre um cantinho com a porcaria dos chocolates lá pendurados. E os malditos ovos da Kinder, esses então dão cabo de mim, não só por serem maravilhosos como pelo preço que custam (mas sejamos sinceros, o ovo é maravilhoso se calhar, lá bem no fundo até compensa)!

Quando era miúda, o meu tio prendava-me sempre em plena páscoa com um ovo chocolate da kinder. Só eu sei o quanto me sabia bem deixar a derreter aquele chocolate na boca. Estava sempre à espera do ovo. Agora, não tenho quem me dê ovo, e  sejamos sinceros, não tem piada compra para mim própria (nem dá jeito €€€). Há dois anos ainda fui prendada pelo namoradocom um, mas pelos vistos nunca mais se lembrou, ou então aprendeu a dar mais valor ao dinheiro.

Portanto, já sabem, estão completamente à vontade para me pedirem uma morada por mail para me enviarem um Ovão de chocolate, pronto também poder ser um dos pequeninos!

E como agora já estou cheia de água na boca tenho de ir ali roubar um coelhinho do chocolate minitura à minha sobrinha!

Feliz dia do chocolate para todos!

 

Pág. 1/5