Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Já mora cá em casa #6

Estava mesmo, mesmo a precisar de um perfume, perdi a cabeça e enfiei-me numa perfumaria. Claro que já ia com uns na mira para cheirar e como tinha lá uma colega a trabalhar já sabia que tinha de ser a despachar porque a minhacabeça não dá para muito mais. Escusado será dizer que precisei de experimentar três perfumes por dia e trazer o papelinho para casa.

Estava curiosa com o Hugo Boss Ma Vie, e foi mesmo esse que acabei por trazer. Pertence à família olfactiva dos amadeirados femininos.

O que diz a marca?

BOSS MA VIE pour Femme foi inspirado pelo espírito independente de uma mulher enquanto faz uma pausa para aproveitar os momentos simples da vida; neste momento não podia ser mais cativante, emanando um brilho de feminilidade e confiança. Fresco, indulgente e prazeroso, este perfume criado em torno da flor do cato convida-a a saborear calmamente a sua vida.

 

Estou super feliz com a minha nova aquisição.

Das escadas rolantes...

Lembro-me de ser miúdita e adorar andar a subir e descer escadas rolantes no Cascais Shoping. Aliás, recordo-me de o segurança vir ralhar comigo para eu parar de andar a subir e a descer, e eu, teimosa continuei, caí e acabei por ficar sem o dente que andava a abanar.

Hoje, não tenho paciência de ficar ali à espera que aquilo suba ou desça enquanto eu fico a ver pessoas passar. Não tenho paciência, pelo menos se for sozinha. Agarro nas minhas perninhas e meto-me a subir ou a descer por ali a fora. Mas por norma, a maioria das pessoas gosta de fazer o contrário. Quanto menos fizer melhor. E optam por lá ficar a olhar para os lados, em vez de mexerem as pernas. Para que mexer as pernas? Dá tanto trabalho e se aquilo anda sozinho, melhor! Melhor para eles, que ali ficam mesmo no centro das escadas sem darem a oportunidade de alguém passar e sem se preocuparem se têm alguém atrás que goste de se mexer.

E claro, esses que têm sempre as pernas cansadas param sempre à minha frente. E lá fico eu, a olhar para cima ou para baixo a ver pessoas, que lindo.

Sou a única?

Isto de trabalhar com crianças...

não é fácil, tem muito que se lhe diga, mas é espectacular.

Há quem não goste nada de criancinhas, quem não lhes ache graça de nenhuma, que as ache chatas e irritantes. Muitos pensam que por vezes já custa aturar os filhos deles em casa, quanto mais ir aturar os filhos dos outros, vir cansada e voltar a casa para aturar novamente crianças. Eu posso dizer que isso faz parte do meu sonho. Ter os meus, ir trabalhar com os dos outros e voltar a casa para os meus.

Se eu vivesse num país normal, no qual não houvesse uma crise de todo o tamanho, uma taxa de desemprego assustadora, e me permitisse criar um filho em condições, ou seja, um país que não este, eu não teria um, mas uns 4 ou 5 filhos.

Tenho o mestrado em pré-escolar, sou realmente apaixonada pelos mais pequenos. Esses, mais que os outros dão-me um gozo enorme aotrabalhar com eles. É incrível a quantidade de coisas e a facilidade com que uma criança de 3 ou 4 anos adquir competências. O que é triste é a sociedade ainda não dar o devido valor aos educadores e não terem noção de todo o trabalho do educador. Não é só fazer coisas bonitas para oferecer no dia da mãe, ou para decorar a sala. Tudo é motivo de aprendizagem, toda a actividade é planeada com o objectivo de desenvolver competências nas crianças. Há quem não perceba, há quem não dê valor, mas felizmente já há quem tenha noção de grande parte.

Mas estava eu a dizer que há quem não perceba como é que gostamos tanto e não nos cansamos.

Cansa, claro que cansa. E cansa muito por sinal. Mas mais do que cansar, é compensa. Claro que nem todos os dias são iguais, não somos de ferro e há dias menos bons, em que vamos com uma dor de cabeça daquelas valentes e qualquer voz faz interferência na nossa cabeça, parece que vai explodir e dá-nos vontade de os mandar calar a todos, mas não se pode.

Infelizmente não tenho a oportundiade de estar a trabalhar com os mais novos como eu gostaria, mas tive a oportunidade de estar duas horas num Atl a dar apoio ao estudo a crianças mais velhas e é claro que aproveitei.

E voltando à dor de cabeça, foi precisamente por causa dessa maldita que eu me fartei de rir esta semana com um miúdo de 6º ano.

Estávamos a estudar para o exame de português que se aproximava e  de vez em quando e para se distrair o miúdo dizia qualquer coisa numa voz super irritante que me ficava na cabeça a provocar ainda mais dor de cabeça. Pedi-lhe parar umas 2 vezes, à terceira ordenei que parasse e expliquei  o que se passava, para além de estar a incomodar toda a gente, não se estar a concentrar, ainda me estava a agravar mais a dor de cabeça. A reação dele? Colocou uma mão na minha testa, e diz "Oh Rita, está quente? Quer que eu vá pedir um cronómetro?" Sorri, perguntei para que queria um cronómetro. Respondeu-me que era para eu ver se tinha febre, ao que eu lhe respondi que dava mais jeito um termómetro. Claro que nos fartámos de rir, descontraímos e logo de seguida conseguimos estudar mais um bom bocado concentrados.

Digam se os miúdos não são engraçados.

Unhas #14

A semana passada fui fazer verniz gel.

Não fazia a mínima ideia da cor que queria pintar, do desenho que iria fazer, queria tudo menos florzinhas.

Portanto, deixei ao critério da senhora e até gostei, Só não achei graça ao tamanho das unhas, mas estavam a lascar e teve mesmo de ser bem limado.

 

unha 16.jpg

 

Já andei a pesquisar e já tenho imensas ideias para a próxima vez e para quanto estiverem maiorzinhas.

Já mora cá em casa #5

Finalmente encontrei uma calças de ganga simples, claras e sem rasgões. Estava difícil mas encontrei.

O modelo é o seguinte, mas na cor mais clara (a última). As calças na modelo são curtas, eu como tenho a perna curta fico com as calças com o comprimento normal. 

Claro que senti necessidade de comprar também um top. Preciso urgentemente de renovar o guarda roupa, e aos poucos vai lá.

Calça de ganga justa Capri - 19,99€  

Top ombros descobertos com bordado azul - 22,99€

Pull & Bear

 

Pág. 1/6