Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Filmes que tenho visto #23

- Jurassic World -

 

ou em português Mundo Jurássico, um filme de ação realizado por Colin Trevorrow e que tem como atores principais Chris Pratt, Bryce Dallas Howard, Ty Simpkins, Nick Robinson, Irrfan Khan, Vincent D’onofrio, Jake Johson, Omar Sy, Bd Wong e Judy Greer.

A sinopse do filme refere o seguinte:

Steven Spielberg regressa como produtor executivo de “Mundo Jurássico”, a próxima e muita aguardada obra da sua série “Parque Jurássico”. Colin Trevorrow realiza este épico de ação e aventura a partir do argumento escrito em conjunto com Derek Connolly. Frank Marshall e Pat Crowley juntam-se à equipa como produtores.

 

 

Confesso que não ia com grande de ver o filme. Queria ir ao cinema, mas ver dinossauros não era o meu objetivo. Não era o meu, mas era o dele, e por vezes temos de ceder. Eu cedi. E por acaso até fiz bem, porque as expectativas não eram muito altas e adorei o filme. Vale mesmo a pena, até para quem, tal como eu, nao ache lá grande piada aos dinossauros.

Acho que tenho uma fuga no depósito

Tenho uma sorte descomunal.

Cá em casa, há dois carros: um que é o menino do meu pai e que evito andar com ele, e o outro em que toda a gente pega. Depois há as carrinhas do trabalho.

Ou seja, o carro, em que toda a gente pega, serve para nós cá de casa, mas também é carro de trabalho. O que dá para perceber assim que se entra no carro e se vê o quanto está limpo (não), que passa por obras cheias de pó e também serve de carga a ferramentas e todo o material necessário para trabalhar.

Mas pronto, como não tenho dinheiro para um meu, tenho a sorte de me servir deste, com o gasóleo incluído. E pronto, é aqui que o problema começa.

E qual é o problema?

É que é sempre nas minhas mãos que o carro fica na reserva. E para ajudar ainda mais, parece que tem dia para entrar na reserva, ou há-de ser  à quinta ou à sexta, ali mesmo a bater no fim de semana. Ainda anda a sexta toda, e depois chega à noite, aqui a Rita quer ir para algum lado e aquilo nunca vai muito longe.

Ontem, para variar, fui fazer as minhas horinhas de trabalho e ao vir para casa lá oiço o sinal da reserva pelo caminho. Cheguei a casa, muito séria " oh pai, desculpa, mas muito provavelmente temos o depósito do roto! Há por ali uma fuga qualquer."

Não é uma forma bonita de dizer que o carro está na reserva?

Coisas de sobrinhas

A minha sobrinha, de 11 anos e do meu tamanho (o que não é difícil), pediu-me para a levar à escola para ir ver as notas de final de ano. Claro que lhe disse logo que sim.

Eu, uma miúda porreira, pensando ser uma tia fixe e que a minha sobrinha nunca na vida iria ter vergonha de mim ou algum problema em dizer que sou tia dela, ao chegar ao portão da escola, perto de outra pessoas surpreende-me. Porquê?  "Então? Pronta para ver as nossas notas?". Sorri e disse que sim. Já lá dentro, após ver as dela, e novamente com gente por perto "então vamos embora? ". "Claro que não, tenho de ir ao outro placar ver as minhas notas".

Adoro esta miúda.

 

 

Termos de pesquisa interessantes #4

"Boazonas"

Foi através deste termo de pesquisa que alguém veio cá parar ao blog em mais que um dia. Gostava de saber o que poderá haver por aqui, que leve alguém a cá vir parar através desta pesquisa. Mulheres nuas não encontrou de certeza. E fotos minhas também não há por aqui!!! Ahah!! Esta última teve piada não teve?

Filmes que tenho visto #22

- Get Hard-

 

ou em portugês Faz-te Homem, um filme inserido na categoria de comédia, realizado pro Etan Cohen e que tem Will Ferrell, Kevin Hart, Craig T. Nelson, Alison Brie como elenco.

 

O que nos diz a sinopse?

Quando o milionário gestor de fundos James King é condenado à prisão por fraude, o juíz dá-lhe 30 dias para pôr os seus assuntos em ordem. James procura então a ajuda de Darnell, para prepará-lo para uma vida atrás das grades, desconhecendo que este na verdade é apenas um pequeno empresário... demasiado honesto!

 

 

Se eu gostei? Gostei. Confesso que estava à espera de menos, tendo em conta que não sou a maior fã do ator Will Ferrell. Mas tenho que admitir que é um excelente ator, ou tem é o azar de calharem papéis em que faz sempre de parvo, ou então sou eu que só vejo filmes em que faz de parvo. Mas neste até se escapou, não foi de uma parvoíce assim tão profunda.

É um filme bom para descontrair e para passar um serão bem divertido.

Pág. 1/3