Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

As feiras são um espectáculo

Nestas duas últimas semanas houve por aqui a conhecida Feira de S.Pedro. Assim uma feira grande, engraçada, com tudo a que temos direito. Carrocéis, churros, farturas, exposições de tudo e mais alguma coisa, carros para dar e vender (era só mesmo para vender) e claro, uma secção de 1500 bancas de ciganos.

E o que eu gosto de ir para as bancas dos ciganos? Confesso que não tenho paciência para lá andar pelo simples facto de as pessoas não se mexerem, e quando o fazem é para empurrar, pisar e mandar cotoveladas. Mas gosto mesmo de ouvir as cantorias deles. Aquilo é um espéctaculo, é pura arte, são verdadeiros poemas declamados com o único propósito de vender uma peça nem que seja de 0,50€.

Mas estava eu aqui a falar dos ciganos porque fui lá parar com os meus paiss. Enquanto a minha mãe via, mexia e remexia numas peças, eu e o meu pai delirávamos com as canções ao mesmo tempo que admirávamos a rigorosa falsificação de pólos da Lacoste. Enquanto eu observava os pólos, a cigana observava-me a mim. Nisto vira-se para mim e diz "oh menina, olha ali para os meus rapazes! Digam lá que ela não é parecida com a X." Enquanto o meu pai se ria, eu corava e eles continuavam a olhar e ela a teimar para eu olhar e para me por de perfil e que era igual não sei aonde, mas que de perfil era tal e qual. E nisto, tinha uns 5 ou 6 ciganos a olhar para mim a comprovar a teoria da senhora.

Não, não foi a melhor experiência da minha vida e não, também não tenho ar de cigana.

2 comentários

Comentar post