Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Das pessoas sem educação e sem higiene...

Finalmente chegou ao fim a formação do centro de emprego que andava a fazer. Já não suportava estar quase 5 horas fechada numa sala, com pessoas que não interessam a ninguém. Aproveitava-se a formadora, eu (convencida) e mais duas colegas. Os restantes, metiam medo ao susto por todas as questões e mais alguma. Os homens, porque tinham tanta vontade de lá estar como de comer merda às colheres, e as outras mulheres, porque em vez de se comportarem como se deveriam comportar numa formação, achavam que estavam na praça ou num salão de cabeleireiros do mais reles que poderá haver. Posso deixar-vos com um ou dois exemplos: Há quem leve o jornal da região e há quem o peça emprestado em alto e bom som alegando que quer ver os mortos. Há quem leve folhetos de hipermercados e comece a fazer a lista das compras e a colega da frente pergunta se há peixe e carne boa em promoção.

E é isto que a formadora e 3 pessoas que estão interessadas têm de aturar. É triste, todos nós sabemos que estão ali obrigados, mas porra, ao menos tirem partido e aprendam alguma coisa, ou deixem os outros aprender. No final, ainda se queixam que a formadora é assim e assado. Pergunto-me qual será a vontade da formadora de ali estar, sabendo que tem a turma que tem?

Depois, ainda há a parte do trabalho de grupo ou a pares, que é impossível de realizar quando a pessoa com que nós ficamos, assim que abre a boca quase que desmaiamos com o cheiro que de lá vem. Juro que fiquei com quatro pessoas assim, quatro, senhores. Claro que não foram os quatro de uma vez porque se assim fosse não sairía de lá viva.

Terrível, foi terrível a formação!

 

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/2