Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Feliz e de bem com a vida

Acho que consegui finalmente encontrar algo que me dá imenso prazer de fazer. Quando era miúda andei na natação, nos ranchos, na dança de salão e em sei lá mais o que, mas tive a capacidade de não continuar com nada. Onde andei mais tempo foi mesmo na natação. E o que eu adorava a natação, mas acabei por desistir por uma grande parvoíce mesmo, acho que até hoje nunca contei à minha mãe. Desisti porque ia fazer 10 anos, e tinha de avançar de nível e como tal, mudar de piscina, onde eu andava já era pequena, e não sei que raio de conversa ouvi, e o que troquei para la que ouvi as palavras, sócio, pai, mãe e divórcio. Ou seja, a minha irmºa já la tinha andado, o meu pai era sócio e em caso de divórcio alguma coisa. E eu naquele momento fiquei a perceber que só me poderia inscrever se eles se divociassem. Claro que pelo  caminho sem questionar ninguém disse imediatamente que já não queria ir para a natação e que nem valia a pena inscreverem-me e assim foi. Fui tão teimosa e não quis mesmo e os meus pais sempre a insistir. Hoje tenho noçao que podia ter ido longe, que eu adorava a natação e que foi dos piores erros da minha vida. Mais tarde, no secundário voltei a fazer e adorava aquilo. E pronto, até aí nada me deu tanto gozo, como agora as aula de dança que tenho tido no ginásio, eu a pensar que não ia gostar nada, que não me ia conseguir "soltar" e lá estava eu, toda maluca, a tentar apanhar a coreografia que toda a gente sabia de cor e saí de lá feliz, bem comigo própria... e pronto, descobrir que a melhor coisa que diz noss últimos tempos foi ter ido para  o ginásio.

O ginásio

Estou completamente de rastos. à anos que não fazia exercício físico "a sério", se estou muito tempo deitada ou sentada, quando me levanto pareço uma velha, mas cada dia que passa tenho mais vontade de ir a correr para o ginásio!

É que para além dce fazer bme ao corpo, faz bem à alma, venho mesmo feliz de lá.

E daqui a nada lá estarei de novo.

A Primeira

Eu sei que na minha área é difícil arranjar um emprego nesta altura do ano, e se o arranjar será mesmo para substituiça por baixa médica. Mas para infelicidade de alguém que está de baixa, e para minha felicidade lá fui eu à entrevista Incrível, consegui ir à primeira entrevista para um emprego na minha área. E agora só me resta sorte, muita sorte. Porque apesar de terem ligado às 11:30 da manhã, para uma entrevista às 14:30, eramos pelos quatro, visto que não vi se houve mais de manhã e se não haverá mais pela tarde fora. Ter sido assim chamada de manhã para à tarde, nem deu sequer para me mentalizar, mas ainda bem, porque  também não me deu tempo para me meter nervosa. Agora resta-me esperar e esperar que seja eu a chamada!

Enfim, desejem-me sorte!

Parabéns a mim!

E pronto, chegou o dia!

É hoje que faço 25 anos, e foi hoje tamb+em que começei a sentir o peso da idade. Sempre ouvi dizer que a partir de uma certa idade, perdemos aquele entusiasmo todo de fazermos anos, e hoje percebi que começo a achar menos graça a festejar o aniversário. Começo a sentir-me velha, que a vida não é apenas uma brincadeira, e que agora sim, é tudo muito mais a sério.

Mas pronto, cá estou a festejar o meu 25º aniversário, e mais logo estarei a jantar com as pessoas mais importantes da minha vida, porque essas sim, são as que me fazem feliz e que me fazem viver cada ano com mais intensidade ainda. Porque elas, sim, são os amores da minha vida!

Então pronto, Parabéns a Mim!

 

O fitness de vez

E pronto, fui ontem ao Ginásio e adorei as aulas que fiz.Não me lembro de escorrer tanta água a fazer exercício como ontem. E o melhor de tudo é que me senti mesmo muito bem. Claro que hoje estou aqui com as pernas que não me aguento, se tivesse que subir a um primeiro andar de escadas acho que não conseguia. Isto apenas porque não faço exercício a sério para aí à uns quatro anos.

Mas o melhor de tudo é que fui apenas para experimentar e saí de lá inscrita porque consegui uma promoção para lá de fantástica!

E pronto, já tinha começado a melhorar a alimentação, agora voltei ao exercício, aos poucos torno-me numa pessoa bastante  saudável e hei-de voltar ao meu peso normal e hei-de dar acabar com esta barriga de vez!

Estou mesmo contente.

Pág. 5/5