Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Ah e tal não o reconheci...

Não sei se já aqui disse, mas não no meio da cidade, mas numa terra a 10 km. Sítio esse onde muitas das pessoas se conhecem, aliás, onde as pessoas me conhecem, ou sabem de quem sou filha, como acontece com tanta gente. O que faz com que muitas vezes eu vá na rua ou à farmácia ou onde quer quer seja e me venham perguntar se está tudo bem, ou se os meus pais estão bons, ou como está a saúde da minha avó. E eu, simpática que sou, respondo sempre, mesmo sem fazer a miníma ideia de quem seja a pessoa.

Ontem aconteceu-me algo parecido. Fui ao centro de saúde buscar umas receitas da minha avó, a sair ao mesmo tempo que eu ia um senhor, eu nem tinha reparado nele não fosse o senhor a meter conversa comigo e a cumprimentar-me com dois beijinhos. Logo de seguida argumento "Então está tudo bem consigo? Desculpe, não o estava a conhecer. " Sorriu, respondeu que não fazia mal, continuou com a sua conversa e o à vontade de quem me conhece à uma vida, pergunta pela família e vai cada um à sua vida.

Quem é o senhor? Não sei. Sei que o cunheço, sei que a família o conhece mas não consigo explicar nem perceber quem é o homem.

Não me atirem já com pedras por eu ter cumprimento alguém sem saber quem, que também não é bem assim. Eu conheço, só ainda não me lembro de onde.

 

3 comentários

Comentar post