Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Ainda sobre as cunhas

O meu pai é amigo do dono de dois Supermercados conhecidos aqui da zona, na altura em que o primeiro abriu, ajudou muita gennte a lá entrar dentro, foi a tal cunha de muita gente. O próprio patrão perguntava se conhecia alguém de confiança para chamar. E assim doi, ajudou muita gente a ter o seu trabalhinho. Entretanto, o amigo do meu pai abriu o segundo supermercado, o processo de recrutamento através da cunha repetiu-se. Mais uma data de gente a perguntar ao meu pai se conseguia lá meter (mesmo gente que o meu pai não tinha qualquer tipo de confiança) e um primo meu que estava como eu me encontro, licenciado na área de gestão e que não encontrava nada de nada. O meu pai conseguiu lá mete-lo. Entrou para chefe de caixa, entretanto o tempo foi passando e o meu querido primo subiu de posto e foi lá metendo as amigas todas a trabalhar. Entretanto, fiquei eu desempregada e com toda a crise e toda a concorrência, eu que queria lá entrar, que tinha a cunha do meu pai, eu própria que conheço o patrão, até hoje não consegui nem consigo nem por nada.

Entretanto, soube por outra gente que lá trabalha que alguém se despediu e precisavam de alguém para a caixa, o meu querido primo como tem a mania que é patrão arranjou logo uma outra amiga para ocupar o lugar. Sem me dizer  nada, e sem dar tempo de alguém me dizer alguma coisa. A pessoa que me disse, em pura cusquice, quando alguém estava a falar sobre o assunto comentou que ele tinha uma prima que estava desempregada e que queria ir resposta das colegas "Alguma vez ele mete cá família para controlar o que ele faz??"

É caso para dizer que quando precisou, o meu pai estava cá, eu que preciso, manda-me à merda e ainda faz a cabeça ao patrão!! Estou-lhe com um ódio que só eu sei.

7 comentários

Comentar post