Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Festejar para quê?

Já não posso ouvir falar em ano novo e desejos de ano novo.Que 2014 teve de fantástico imensa coisa e que 2015 vai ser melhor que 2014 e bla bla bla.

Mas qual quê? É apenas mais um dia, é um dia como todos os outros em que as pessoas arranjam descupas para fazerem listas daquilo que gostavam de concretizar e na maioria das vezes nunca chegam a concretizar.

Nunca me lembro de ter passado uma noite tão má na minha vida como a última que passei. Deitei-me às 23h e qualquer coisa, deviam ser perto das 4horas quando adormeci. Levei aquelas horas todas a pensar na merda de ano que tive e que motivos é que eu tinha para festejar ou que irei ter para festejar neste novo ano.

Tive um ano inteiro à procura de trabalho, não desvalorizando quem trabalha num supermercado, mas nem num supermercado consegui ficar com o caralho do lugar. Todos os dias levanto o cú da cama sem vontade, sem vontade de vivier. Chego quase sempre por volta das 16horas a desejar que já fossem 23h para me enfiar na cama. E quando me deito, dou por mim a pensar que nem vontade de acordar no dia a seguir tenho. Sim, é verdade. Tenho dias assim e até tenho dias muito piores. Dou por mim a sentir-me a pessoa mais inútil à face da terra. Fiz tantos estágios curriculares e senti-me a pessoa mais feliz do mundo a trabalhar na minha área. Acabo o mestrado com boas notas, e depois chego cá fora e só se fecham portas. Vejo outros a acabarem depois de mim e a conseguir portas abertas, sejam elas abertas através de cunhas ou não. Como é que eu me sinto? Uma merda, uma inútil.

Festejar o novo ano? Para quê?

5 comentários

Comentar post