Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Parabéns Pimenta!!!

Parece que foi ontem que nasceu, mas na verdade O Pimenta na Língua faz hoje um ano de existência-

A ideia tem mais que um ano, mas só foi possível passar à prática no dia 29 de Janeiro.

Gosto muito, muito deste mundo e acho que não o vou deixar tão depressa. A vida dá voltas e voltas, sei que neste momento não trabalho e isso faz com que tenha todo o tempo do mundo para me dedicar ao blog, mas quando começar a trabalhar prometo tentar cá passar todos os dias um bocadinho, porque eu gosto mesmo disto.

Obrigada a todos os que aqui passam.

Liebster Award

Parece que fui nomeada pela Armada ao Pingarelho para responder a algo que tem como nome "Liebster Award" e para não dizerem que eu não respondo a desafios nenhuns, aqui estou eu pronta a fazê-lo.

 

1 - Como te defines?

Sou boa rapariga. Se me fizerem alguma, conhecem o bicho que há em mim. O meu mau feitio é lixado e acreditem, nunca mais me vêm os dentes. E como o nome do blog indica, devia guardar para mim muita coisa em vez de deitar cá para fora. Depois há quem se ofenda. Mas depois, se não tiver razão de queixa de ninguém, sou das melhores pessoas do mundo, sim, podem acreditar. Sou viciada em chocolate. Querem-me ver feliz? É darem-me a provar um kinder, um crepe de chocolate ou uma colherzinha de nutella.Odeio que me enchem de perguntas assim que acabo de sair da cama, não tenho paciência. Não vale a pena.Irrita-me profundamente quando me dizem que não tenho razão quando tenho a certeza absoluta que não sou eu que estou em erro. Não me calo, se tenho razão não me calo até o provar.

 

2- O que te levou a criar um blog?

 Queria escrever, precisava de desabafar e estava com demasiado tempo livre. A ideia do blog já tinha muito muito tempo, mas com licenciatura e o mestrado e a catrefada de trabalhos nunca consegui. Não arranjei trabalho, estava em dar em doida começei a escrever e apaixonei-me pela blogosfera. Mas já me ajudou muito o blog, quando digo que falo demais e as pessoas se ofendem, quando tenho de aturar gente que não suporto, já consigo respirar fundo, e no dia a seguir venho desabafar. Acreditem, é uma terapia.

 

3- Qual a primeira impressão do blog que te nomeou?

"Pingarelho? Estou-me a sentir ignorante!" ...e fui cuscar e vi que era porreiro!

 

4- Qual a tua cidade de sonho?

 Era Paris. Primeiro não lhe vi o encanto porque fui lá parar por um motivo menos bom, depois voltei, voltei e voltei... descobri-lhe o encanto.

Agora tenho umas quantas,que lhes perdi a conta.

 

5- O que fazes nos tempos livres?

Infezlimente procuro trabalho, procuro trabalho, venho ao blog, procuro trabalho e vou a entrevistas.

 

6- Qual o produto de maquilhagem, roupa, ou acessório favorito?

 Tenho um baton hidratante em cada mal. Os meus lábios secam de uma maneira que ficam medonhos. O relógio, telemóvel e acho que posso considerar as lentes de conctacto. Odeio usar óculos.

 

7- O que ainda te falta fazer?

Começar a trabalhar que está mais que na hora, arranjar um carro e sair desta casa. Preciso mesmo de arranjar o meu canto. E aí sim. Trabalho, o meu amor e uma cabana. É mais ou menos isso.  Tenho o amor, falta-me o trabalho e a cabana por enquanto.

 

8- Qual tem sido o maior sentido da tua vida?

 Se me apanhassem no dia de ontem, no da semana passada, no do mês passado, ou seja todos os dias em que percebo que não fiquei com a merda do trabalho, diria que a minha vida não tem sentido. Mas depois penso em quem me rodeia e o quanto me fazem feliz e penso que sou parva.

 

9- O que é que te inspira?

Tanta coisa, nunca mais saía daqui.

 

10- Qual é o teu maior sonho?

Sonho tanto, mas tanto. Neste momento era conseguir exercer na minha área, isso sim, parece não passar de um sonho. Viajar, ter os meus bebés, ter tempo para toda a gente e ver quem me rodeia feliz.

Estou a falhar...

Eu sei que estou a falhar com a minha presença aqui no blog, mas já que eu estava sem fazer nada, surgiu a oportunidade de tomar conta de uns bebés de uns amigos, enquanto não têm entrada na creche e tenho andado ocupada com isso. Sim, eu sei que tenho a noite, mas digamos que também não estou habituada a levantar o rabo da cama propriamente cedo, logo, tenho de ir mais cedo e não tenho tempo para nada. Enfim, não há-de durar muito.

Mais um desafio

Ora bem, parece que fui tageada para mais um desafio, e deixem-me que vos diga porque isto até se torna interessante, para quem não acompanhou os blog's de inicio, ter oportunidade de ficar a conheccer um pouco mais quem está por trás do blog, ou o que deu origem ao blog. Desta vez, fui desafiada pelo Me and my boy e por a Nathy R.

 

Ora então vamos lá:

 

 1 - O que te fez criar um blog?

 

Para esta já tenho a resposta num post, assim que criei o blog, ora vejam lá "

A ideia de criar um blogue não vem de agora, mas facto de ter mil e um trabalhos, entre planificaçoes e um relatório de mestrado, fez com que adiasse a ideia até ao dia de hoje.

E porque só agora é que decidi andar com isto para a frente? Porque sou só mais uma dos milhares de jovens recém licenciados/mestres que não consegue arranjar emprego. E como tal, entre procurar trabalho, não obter respostas e ouvir muitos "Nãos", não ter muita coisa para ocupar o tempo dá-me ainda mais vontade de escrever, e aqui estou eu. (...)"

 

 

2 - Como escolheste o nome para o teu blog?

 

O nome do blogue este não é por acaso. Deve-se à minha capacidade de na maioria das vezes não conseguir ficar calada em determinados momentos. Ou seja, pimenta na língua, era o que eu devia meter de vez em quando, quando falo demais, ou coisas que não devia.

 

3 - Qual o assunto que mais gostas de tratar no teu blog?

 

Gosto de escrever sobre um pouco de tudo, qualquer coisa que tenha interesse para mim.

 

4 - Qual foi o post que mais gostaste de escrever até agora?

 

Como é óbvio não escrevo por obrigação, tudo o que escrevo me dá gosto. Há posts mais engraçados que outros e que sei que permitiram gargalhadas, há os mais pessoais e nos quais me caem lágrimas enquanto escrevo e há aquelas coisas fantásticas que eu adoraria comprar, e que se tivesse apenas um quarto delas era feliz.

É-me impossível escolher um post preferido.

 

 

5 - O que esperas para o futuro do teu blog?

 

Não criei o blog com outro propósito para além de desabafar, de colocar nesta página parte do que me ia na cabeça, queria escrever. Foi para isso que foi criado. Por acréscimo veio outras coisas boas, como as pessoas que passam por cá diariamente ou uma vez por semana, o que demonstra que gostam daquilo que cá está escrito, portanto, só quero que continuem a gostar, e que eu tenha sempre um tempinho por dia para escrever, que me dá tanto prazer.

 

 

E agora, quem se sentir desafiado que responda, não quero andar a "chatear" ninguém com tanta reação