Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Filmes que tenho visto #23

- Jurassic World -

 

ou em português Mundo Jurássico, um filme de ação realizado por Colin Trevorrow e que tem como atores principais Chris Pratt, Bryce Dallas Howard, Ty Simpkins, Nick Robinson, Irrfan Khan, Vincent D’onofrio, Jake Johson, Omar Sy, Bd Wong e Judy Greer.

A sinopse do filme refere o seguinte:

Steven Spielberg regressa como produtor executivo de “Mundo Jurássico”, a próxima e muita aguardada obra da sua série “Parque Jurássico”. Colin Trevorrow realiza este épico de ação e aventura a partir do argumento escrito em conjunto com Derek Connolly. Frank Marshall e Pat Crowley juntam-se à equipa como produtores.

 

 

Confesso que não ia com grande de ver o filme. Queria ir ao cinema, mas ver dinossauros não era o meu objetivo. Não era o meu, mas era o dele, e por vezes temos de ceder. Eu cedi. E por acaso até fiz bem, porque as expectativas não eram muito altas e adorei o filme. Vale mesmo a pena, até para quem, tal como eu, nao ache lá grande piada aos dinossauros.

Filmes que tenho visto #20

- The Age of Adaline -

 

ou em português A idade de Adaline é uma filme de drama, romance realizado por Lee Toland Krieger.

O que nos diz a sinopse?

Depois de, miraculosamente, ter ficado com 29 anos durante quase oito décadas, Adaline Bowman leva uma vida solitária, nunca se permitindo aproximar de ninguém que possa vir a descobrir o seu segredo. Mas um encontro casual com Ellis Jones, um jovem e carismático filantropo reacende a sua paixão pela vida e pelo amor. Um fim de semana com os pais de Ellis ameaça por a descoberto a verdade, e Adaline toma uma decisão que mudará para sempre a sua vida.

 

Sou uma lamechas e uma fã assumida de romances e este, há imenso tempo que andava para o ver e lá consegui. O que eu achei? Brutal. Apesar de o final  ser um bocado previsível adorei o filme. E acho que vale mesmo muito a pena ver.

Filmes que tenho visto #18

- Divergent -

 

ou em português Divergente, um filme de accção, ficção científica e suspense do realizador Neil Burger e baseado no livro de Veronica Roth.

Sinopse:

Cem anos após uma devastadora guerra ter destruído grande parte do território e da população global, um novo sistema democrático foi criado pelos remanescentes da guerra, foi uma ideia inovadora que trouxe ordem, paz e prosperidade aos habitantes de uma futurista Chicago. A sociedade inteira foi dividida em cinco grupos de pessoas, denominados de: Facções. Foram criadas cinco facções, e todas trabalham na manutenção da cidade, desempenhando funções em diferentes setores. Cada facção tem um determinado nome e cultivam virtudes específicas. Não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível na sociedade, é viver abandonado em extrema pobreza sem ter acesso a quaisquer direitos.

Beatrice Prior nasceu e cresceu na Abnegação, mas o Teste de Aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, que determina a que facção querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma Divergente - tendo aptidão para mais de uma facção. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é, ao mesmo tempo que esconde de todos o fato de ser uma Divergente, pois isso a torna uma ameaça em potencial ao sistema estabelecido, e pode significar sua morte. Beatrice faz uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre a sua vida, o seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

 

 

O que eu achei do filme?

Adorei e mal posso esperar para ver o próximo que já está no cinema e se chama Insurgente!

Para quem gosta deste tipo de filmes, acho que vai adorar.

Filmes que tenho visto #16

- Chappie -

 

Um filme realizado por Neill Blomkamp que se insere na categoria de ação/thriller.

Sinopse:

Todas as crianças veem ao mundo plenas de promessas, e ninguém mais do que Chappie: ele é talentoso, especial, um prodígio. Como qualquer criança, Chappie sofre as influências do que o rodeia - algumas boas, outras más - e vai ter que confiar no seu coração e alma para encontrar o seu caminho no mundo e se tornar um ‘homem’. Mas existe algo que faz com que Chappie seja diferente de todos: ele é um robô. O primeiro robô com a capacidade de pensar e sentir por si mesmo. E essa é uma ideia perigosa – e um desafio que colocará Chappie no caminho de poderosas e destrutivas forças que pretendem que ele seja o último da sua espécie.

 

 

Sou uma apaixonada por cinema e não consigo estar muito tempo sem lá ir, e como também estava a precisar de me distrair é caso para dizer que juntei o útil ao agradável. Sinceramente não achei grande piada à imagem da "capa" do filme, achei um bocado estranha, mas ao ver um robot e armas achei promissor.

E claro, adorei, adorei, adorei o filme. Nem tenho mais nada a dizer, acho que vale muito a pena ver.

Filmes que tenho visto #15

 - The Drop -

 

ou em Português O Gople, está inserido na categoria de Crime/Drama e é um filme realizado por Michaël R. Roskam.

Bob Saginowski, um Barman criminoso disposto a deixar o mundo do crime, trabalha num bar de mafiosos e gansters . Ao encontrar um cachorro abandonado e ferido, conhece Nadia por quem mais tarde se vem a apaixonar. Contudo, envolve-se num assalto e num assassinato complicando assim a sua vida.

O filme é baseado num conto de Dennis Lehane.

 

 

Normalmente, tenho o mau hábito de ver o Trailer do filme antes de ver o filme. Digo que é mau o hábito porque assim sei sempre ao que vou e já sei mais ou menos aquilo que me espera.

Neste caso em concreto não vi trailler nenhum, não fazia a mínima ideia de que tipo de filme ia ver e confesso que não estava a perceber nada do filme ao início. No entanto, achei o filme muito giro e um pouco diferente daquilo  que estamos habituados a ver.

 

Filmes que tenho visto #14

 - The Interview -

 

ou em português Uma entrevista de Loucos, uma comédia dos realizadores Evan Goldberg e Seth Rogen.

Dave Skylark, o apresentador de um conhecido Talk-show Americano, chamado Skylark Tonight e o seu produtor, Aaron Rapoport, têm o intuito de se tornarem reconhecidos enquanto jornalistas. Assim que percebem que o Ditador da Coreia Do Norte, Kim Jong-Un, é um fã do programa marcam o entrevista com o mesmo, longe de imaginar que quando se preparavam para viajar para Pyongyang seriam recrutados pela CIA com o intuito de assassinarem o ditador. Serão eles as pessoas mais indicadas para levar a cabo o plano da CIA?

 

Se querem rir, vejam! Eu gostei, fartei-me de rir.

 

 

Filmes que tenho visto #13

-Captain Phillips-

 

ou em português Capitão Phiillips, é um filme de acção e suspense biográfico realizado por Paul Greengrass.

Este filme, retrata a história do Capitão Phillips, o Comandante do Porta-Contentores Norte-Americado Maersk Alabama e a sua relação com um pirata da Somália que o mantém como refém após tentar, juntamente com os restantes piratas, assaltar  o porta-contentores.

Uma grande aventura que termina bem.

 

 

Eu sei que o filme não saiu a semana passada, mas tenho tantos filmes em atraso e tanto tempo livre que me tenho ocupado a ver filmes, pelo menos um por semana e o que tenho tentado ver. E em relação a este, já tinha ouvidos maravilhas e posso confirmar. Adorei, e saber que foi uma história verdadeira e que não é a primeira vez nem a última que os piratas da Somália tentam assaltar barcos, arrepia-me.

Filmes que tenho visto #11

- Unbroken -

 

ou em português "Invencível", trata-se de uma biografia realizada por Angelina Jolie.

Um filme adaptado do conhecido livro de Laura Hillenbrand, que retrata o Drama que um famoso atlético olímpico chamado Louis Zamperini viveu com outros dois amigos. Devido a um acidente aéreo, sobreviveram no mar durante 47 dias, foram capturados pela marinha japonesa e  enviados para um campo de guerra do qual se tornaram prisioneiros.

 Acreditem, é um filme que vale muito a pena ver. Custa, tem imensa violência, é horrível tudo aquilo por que estas pessoas passaram, está um filme muito interessante.

 

Se há algo que adoro é ver filmes, portanto, sempre que tenho algo tempo livre e a oportunidade de ver um filme, é isso que faço.E tendo em conta que a série que eu andava a ver já terminou, tenho apostado nos filmes, odeio ficar viciada em séries. Por isso, é que ultimamente os post's sobre filmes têm sido mais recorrentes e pretendo continuar com eles.

Filmes que tenho visto #10

- The Imitation Game -

 

ou em Português, O Jogo da Imitação,  um filme realizado por Morten Tyldium.

Relata a história de um génio da matemática e pioneiro da computação moderna, que no ano de 1952 lidera uma equipa de académicos, linguístas, campeões de xadrez e analistas, com o objectivo de decifrar o código da Enigma, a máquina que era utilizada pelos Alemães na Segunda Guerra Mundial.

 

 

Tivesse eu dinheiro e era ver-me todas as semanas no cinema, mas como não tenho, é só de vez em quando.No fim de semana passado foi este o filme escolhido, e posso dizer que sim, que foi uma boa escolha.

Confesso que ia um pouco com o pé atrás tendo em conta que não sou a maior fã de filmes sobre guerras mundiais e que retratam épocas passadas, mas fiquei presa ao ecrãn em pouco tempo.

Adorei o filme, por momentos pensei que fosse ver mais guerra, o que já me estava a assustar, mas não. E depois, claro que há o lado absurdo daqueles tempos, em que condenam os homossexuais e com medidas completamente vergonhosas e tristes e que sim, faz pensar muito. Condenamos a nossa sociedade por criticar, olhar de lado para estas pessoas, mas lentamente, muito lentamente mudamos mentalidades, na altura em que se passa o filme era ridículo o que faziam.

Aconselho a verem o filme, está mesmo brutal.