Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pimenta na Língua

Tudo sobre alguém que não tem papas na língua

Unhas e vernizes e as minhas pancadas

Se há coisa que eu gosto de fazer é tratar das minhas unhas.

E por mais estranho que possa parecer gosto de ser eu a tratar delas e não a manicure. Gosto de cortar, limar, empurrar as peles, pintar e por aí fora. Gosto de as ter bem arranjadinhas. Orgulho-lhe de mim própria quando me olham para as mãos e perguntam "colocaste gelinho?" e eu orgulhosa digo que não. Eu sei que pode parecer estranho, que a maioria das mulheres não tem paciência nenhuma para o fazer e o ideal são umas unhas de gel e aquilo aguenta para aí um mês com a mesma cor e não têm mais que se preocupar com as unhas. Eu pelos vistos sou diferente.

O problema maior é que conforme eu gosto de as pintar, também gosto de dar cabo delas. E como? Pergunta vocês. De uma forma muito simples. Arrancando todo o verniz! E porque é que acontece? Porque eu gosto de fazer tudo bem feito, arranjo a unha, passo a base, passo o verniz uma ou duas vezes e depois ainda lá vou meter o acabamento final. E onde é que estes passos todos nos levam? Ao tal efeito gelinho! Que faz com que coloque uma pontinha da unha debaixo do verniz da outra unha e o puxe todo por aí fora saindo uma película tão perfeita, que me dá imenso gozo de tirar.

E pronto, conformo as pinto e ficam lindas, rapidamente também tenho a capacidade de as setragar e ficarem horrorosas!

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pimenta na Língua 25.02.2014 00:10

    Oh obrigada. Mas penso que seja uma questão de paciência e de prática. À uns anos atras fartei-me e fiquei imenso tempo sem as pintar. Mas basta treinar. A mim o que mais me custa é pintar a mão direita por nao ser canhota.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.